CONCEITO DE MOBILIDADE URBANA

 

“A mobilidade é um atributo das cidades e se refere à facilidade de deslocamento de pessoas e bens no espaço urbano. Tais deslocamentos são feitos através de veículos, vias e toda a infraestrutura... É o resultado da interação entre os deslocamentos de pessoas e bens com a cidade”.
 

Constituem o Sistema de Mobilidade Urbana as modalidades de transportes motorizadas e não motorizadas:

 

 

 

• Transportes motorizados:
Ônibus, Táxi, Motocicleta, Automóvel, Trem, Metrô, Barcos e Balsas.

• Transportes não motorizados:
Pedestres, Bicicletas e Carroças.

• Infraestrutura:
Vias, calçadas, estacionamentos, terminais e estações, pontos de embarque e desembarque, sinalização, etc.

 

 

A POLÍTICA DE MOBILIDADE URBANA

 

A Política Municipal de Mobilidade é entendida
como a articulação e a ordenação dos sistemas estruturantes da mobilidade no município.

Sistema Municipal de Transportes:

é constituído pelos serviços de transportes de passageiros e de cargas, abrigos, estações
de passageiros e operadores de serviços.

Sistema Viário Municipal:

é constituído pela infraestrutura física das vias que compõem a malha viária, por onde circulam veículos, pessoas e animais.

Sistema Municipal de Trânsito:

é constituído pelo conjunto de sinalizações viárias que orientam o tráfego nas vias, sujeitando os usuários as sanções e as penalidades previstas no Código de Trânsito.

 

OBJETIVOS E DIRETRIZES DA POLÍTICA DE MOBILIDADE URBANA

 

O Plano de Mobilidade de Casa Branca é instrumento orientador e normativo da Política de Mobilidade Urbana, busca a integração entre os diferentes modos de transporte e a melhoria da acessibilidade e mobilidade das pessoas e cargas no território do Município, tendo como princípios:

 

1. Acesso amplo e democrático ao espaço municipal, com garantia de acessibilidade universal e a circulação ordenada de pessoas e cargas;
2. Desenvolvimento sustentável;
3. Equidade no acesso dos cidadãos ao transporte público coletivo;
4. Eficiência, eficácia e efetividade na prestação dos serviços de transporte urbano;

5. Segurança nos deslocamentos das pessoas;
6. Justa distribuição dos benefícios e ônus decorrentes do uso dos diferentes modos e serviços;
7. Equidade no uso do espaço público de circulação, vias e logradouros; e
8. Eficiência, eficácia e efetividade na circulação urbana.

 

OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS DA POLÍTICA DE MOBILIDADE URBANA

 

Proporcionar o acesso amplo e democrático aos espaços públicos, garantindo a acessibilidade universal, os direitos e deveres sobre o uso dos sistemas de mobilidade, a segurança no trânsito e a livre circulação de pessoas e de cargas, tendo como objetivos gerais:

 

I - Planejar, regular e fiscalizar o Sistema Municipal de Transporte;

II - Planejar, regular e fiscalizar o Sistema Viário Municipal;

III - Planejar, regular e fiscalizar o Sistema Municipal de Trânsito no âmbito de competência do Município.

 

 

 DIRETRIZES DA POLÍTICA DE MOBILIDADE URBANA DE CASA BRANCA

 

I - Priorizar o transporte público coletivo sobre o transporte individual e os modos de transporte não motorizados sobre os motorizados;

II - Criar condições viárias de mobilidade e a acessibilidade para os pedestres, ciclistas e pessoas com necessidades especiais ou com restrição de mobilidade;

III - considerar o sistema viário municipal como um todo, de forma a indicar fluxos otimizados para o transporte de cargas e do transporte coletivo, na busca da redução de impacto social e ambiental
sobre a malha viária;
  IV - Considerar no planejamento viário municipal os fluxos de pedestres e bicicletas, interligados ao sistema de áreas verdes,
na busca de alternativas eficientes de deslocamento no município;

V - Resguardar a integridade e a continuidade da malha viária municipal, mediante controle ostensivo de sua ampliação, priorizando as necessidades coletivas sobre interesses privados;

VI - Compatibilizar a legislação existente , bem como exigir o cumprimento da Legislação Federal que estabelece normas
gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas com necessidades especiais.
 

 

CONTEXTO REGIONAL

Comparativo de índices IDH e PIB com relação a Casa Branca e cidades da nossa região.

 

 TAXA DE MOTORIZAÇÃO

 

 

CRESCIMENTO POPULACIONAL E DA NOSSA FROTA

 

 

PROJEÇÃO DO CRESCIMENTO POPULACIONAL SEGUNDO O IBGE

 

PROJEÇÃO DE CRESCIMENTO DA FROTA

 

 

 

HIERARQUIZAÇÃO DOS MODOS DE TRANSPORTE

1- Pedestres

 

2- Ciclistas

 

3- Transp. coletivo

 

4- Transp. de carga

 

5- Automóvel particular

 

 

 

COMPARATIVO DA OCUPAÇÃO DE ESPAÇO PÚBLICO PELOS USUÁRIOS E SEUS MEIOS DE TRANSPORTE